quinta-feira, dezembro 1, 2022
Início Nordeste Hoje Vigilância sanitária fiscaliza escolas que irão receber turmas presenciais em Teresina

Vigilância sanitária fiscaliza escolas que irão receber turmas presenciais em Teresina


Estão autorizadas a funcionar da forma presencial o 3º ano do Ensino Médio e as turmas preparatórias para o Exame Nacional do Ensino Médio (Pré-ENEM). O retorno das aulas nas escolas estaduais está previsto para o dia 19 de outubro. Vigilância sanitária começa fiscalização em escolas que devem ter turmas presenciais, em Teresina
Fundação Municipal de Saúde
A Vigilância Sanitária de Teresina começou a fazer vistorias nas escolas públicas e particulares que devem voltar a receber turmas presenciais de 3º ano e pré-Enem. A fiscalização busca orientar e conferir se estão sendo cumpridas as novas determinações do protocolo de saúde para o setor no tocante à prevenção da Covid-19.
Veja serviços afetados pelo coronavírus no Piauí
O que fazer e para onde ir em caso de aparecimento dos sintomas
Acompanhe a evolução da curva epidêmica no estado
Estão autorizadas a funcionar da forma presencial o 3º ano do Ensino Médio e as turmas preparatórias para o Exame Nacional do Ensino Médio (Pré-ENEM), desde que cumpram com todas as determinações do protocolo. O retorno das aulas nas escolas estaduais está previsto para o dia 19 de outubro.
Segundo a Fundação Municipal de Saúde, 28 escolas foram fiscalizadas até agora. Está sendo verificado o distanciamento mínimo de 2 metros entre as cadeiras e a retirada dos bebedouros com bico injetor. Também são exigidos espaços com circulação de ar mesmo nos ambientes com ar-condicionado, além de boa iluminação.
Vigilância sanitária começa fiscalização em escolas que devem ter turmas presenciais, em Teresina
Fundação Municipal de Saúde
Segundo Jeanine Seba, gerente de Vigilância e Saúde da Fundação Municipal de Saúde (FMS), o uso de máscara é obrigatório em todos os espaços, sendo permitida a retirada apenas na hora do lanche, mas mantendo o distanciamento entre as pessoas.
Jeanine ressaltou que o cumprimento das novas determinações é importante para que os alunos, professores e funcionários sintam-se mais seguros e também para evitar que a escola seja um local de disseminação do vírus.
“As escolas também são obrigadas a continuar oferecendo aulas online para os alunos que não se sentirem seguros para voltar para a escola”, esclareceu a gerente.
VÍDEOS: veja as notícias mais vistas do G1 Piauí
Decretos determinam distanciamento social
Para evitar a contaminação pelo vírus, o isolamento social e medidas emergenciais foram determinadas por meio de decretos do governo do estado e das prefeituras, como na capital piauiense, para que a população fique em casa e evite ao máximo ir às ruas. Aulas em escolas e universidades, a maioria das atividades comerciais, esportivas e de serviços em geral estão suspensas por tempo indeterminado.
Serviços essenciais como farmácias, postos de combustíveis e supermercados continuam mantidos mas estão regulamentados. O atendimento em clínicas, hospitais e laboratórios, assim como o funcionamento de escritórios de advocacia e contábeis também foram liberados mediante cumprimento de regras.
O uso de máscaras em locais públicos tornou-se obrigatório em todo o estado. Policiais fazem abordagens nas fronteiras do estado a ônibus e veículos particulares. Os decretos preveem que quem descumprir as regras pode ser penalizado com multa ou até prisão.
Prevenção, contágio e sintomas
Lavar as mãos de forma correta (veja vídeo), uso de álcool em gel, sempre usar máscaras, evitar contato pessoal e aglomerações de pessoas são algumas das orientações para evitar o contágio da doença.
Entenda algumas das expressões mais usadas na pandemia da Covid-19
É importante também ficar atento quanto aos principais sintomas (tosse seca, congestão nasal, dores no corpo, diarreia, inflamação na garganta e, nos casos mais graves, febre acima de 37° C e dificuldade para respirar). Um guia ilustrado preparado pelo G1 ajuda a tirar dúvidas.

- Advertisment -

Ultimas noticias