terça-feira, novembro 29, 2022
Início Nordeste Hoje Tumulto é registrado na distribuição de cestas básicas em Maceió

Tumulto é registrado na distribuição de cestas básicas em Maceió

Benefício deve ser retirado no ponto mais próximo de casa até o dia 4 de julho, de segunda a sexta, das 9h às 16h, e aos sábados das 9h às 12h. 3° etapa de distribuição de cestas básicas começa com tumulto e longas filas
Um tumulto foi registrado neste sábado (27) em filas dos pontos de entrega de cestas básicas, em Maceió. Moradores reclamaram da demora no atendimento e da longa fila que se formou nos locais. Algumas pessoas que estavam na fila relataram que tinham chegado de madrugada para garantir o benefício.
Nas imagens é possível ver pessoas sem máscaras, outras desrespeitando o distanciamento social. Um guarda do local foi até a fila e tentou orientar aos moradores sobre as medidas de prevenção, mas não houve retorno.
A distribuição das cestas básicas vai acontecer até o dia 4 de julho, ou até as cestas acabarem, em quatro pontos de diferentes bairros da capital alagoana. A população pode retirar o material de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, e aos sábados das 9h às 12h.
Segundo a Secretaria de Assistência Social (Semas), esta é a terceira e última etapa de distribuição das cestas, e que o prazo de entrega foi estendido. Ela ainda informou que a população não precisa madrugar nas filas, e que podem seguir o horário normal de retirada do material.
“Nós estamos agora na distribuição da terceira etapa, temos 10 pontos de distribuição. Temos 16 Cras no município de Maceió. Essa está sendo a terceira etapa pra gente concluir. Nós estendemos o prazo de entrega. Os moradores tem o costume de chegar muito cedo, a população não precisa chegar de madrugada para receber o alimento”, declarou.
“Pedimos a colaboração da população. Nós estamos atendendo realmente quem está dentro dos critérios. A guarda municipal tem feito essa fiscalização e monitoramento, mas a população precisa colaborar. A gente conta muito com a colaboração da população”, disse uma das funcionária da Secretaria.
Veja mais notícias da região do G1 Alagoas

- Advertisment -

Ultimas noticias