sexta-feira, dezembro 2, 2022
Início Nordeste Hoje Suspeito de estelionato que tinha 4 CPFs é preso dentro de ônibus...

Suspeito de estelionato que tinha 4 CPFs é preso dentro de ônibus no Piauí


O documento é um registro mantido pela Receita Federal do Brasil, no qual as pessoas podem se inscrever uma única vez. Homem teria aplicado golpes em diversos estados do Nordeste. Com suspeito foram encontrados dinheiro, cartões e documentos
Divulgação/PRF
Um homem de 57 anos suspeito de estelionato foi preso dentro de um ônibus de transporte interestadual de passageiros, na noite dessa quinta-feira (25), na BR-343 em Piripiri, a 157 km de Teresina. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), foi verificado que o suspeito possui quatro Cadastros de Pessoa Física (CPFs).
O documento é um registro mantido pela Receita Federal do Brasil, no qual as pessoas podem se inscrever uma única vez.
Segundo a PRF, uma fiscalização de rotina no ônibus, que tinha como destino a cidade de Fortaleza, no Ceará, resultou na prisão do suspeito, que é acusado de aplicar golpes em idosos em vários estados do Nordeste.
“Ele embarcou na cidade de Timon, no Maranhão, e ao ser abordado pelos policiais disse que havia perdido os documentos dentro do ônibus, após uma busca foi encontrada a documentação de uma das vítimas dele, que ele estava usando”, informou o inspetor Alexsandro Lima.
Os policiais entraram em contato com a pessoa proprietária do documento e confirmaram que eles foram obtidos por meio de um golpe a uma pessoa no município de Caucaia, no Ceará.
“O estelionatário abordou a vítima ao sair de uma agência bancária, se passando por gerente do banco e conseguiu que a vítima lhe entregasse toda a sua documentação, cartão do banco e a quantia de R$ 1.000,00”, contou o inspetor Alexsandro Lima.
Com o acusado, os policiais encontraram cartões de crédito, celulares, documentos de identidade de terceiros, cartões de crédito, contracheques para a prática dos golpes e dinheiro no valor de R$ 1.926,00.
“Perguntado sobre esses itens encontrados na mochila dele, o suspeito não soube responder a origem e a licitude dos mesmos”, afirmou o inspetor Alexsandro Lima.
Conforme a PRF, o suspeito teve diversas passagens pela polícia pelos crimes de furto qualificado, estelionato, falsificação de documento público e falsidade ideológica. A polícia acredita que o homem tenha feito uma série de vítimas por conta da documentação encontrada com ele.
“A maioria dessas vítimas é de idosos que buscam a instituição financeira para resgatar aposentadorias e programas do Governo Federal”, disse Lima.
O suspeito e os materiais apreendidos foram encaminhados para a Delegacia Regional da Polícia Civil em Piripiri para os procedimentos legais. O homem deverá responder por estelionato e falsa identidade.

- Advertisment -

Ultimas noticias