terça-feira, novembro 29, 2022
Início Nordeste Hoje Quase metade da população de Teresina fica em casa após regras rígidas...

Quase metade da população de Teresina fica em casa após regras rígidas de isolamento no fim de semana


Média do índice de isolamento na última sexta, sábado e domingo foi de 49%. No domingo, taxa passou de 56%. Supermercados, farmácias e postos de gasolina tiveram horários mais restritos de funcionamento. Fim de semana teve restrições mais rígidas de isolamento no Piauí
O isolamento social em Teresina durante os três dias de medidas mais restritas de distanciamento social na capital do Piauí deixou 420 mil teresinenses por dia em casa, quase metade da população. O índice de isolamento ficou na média de 49% na sexta (26), sábado (27) e domingo (28).
O número foi melhor que o fim de semana passado, nos dias 19, 20 e 21 de junho, quando apresentou média de 44%. Essa porcentagem equivale 379 mil teresinenses em casa, com base na estimativa populacional de Teresina.
Veja serviços afetados pelo coronavírus no Piauí
O que fazer e para onde ir em caso de aparecimento dos sintomas
Acompanhe a evolução da curva epidêmica no estado
Nessa sexta, sábado e domingo funcionou em Teresina um decreto que tornou mais rígido os horários de funcionamento dos serviços essenciais. Supermercados, por exemplo, não funcionaram no domingo e não deveriam abrir no sábado, mas o setor acabou ganhando uma liminar na justiça que permitiu a aberturas das portas. O Tribunal de Justiça cassou ainda na tarde de sábado essa decisão.
O prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), considerou que os números tiveram um aumento significativo. “É fundamental nesse momento em que nos preparamos para a retomada gradual das atividades. Estamos com três meses com restrições na nossa cidade e sabemos o quão difícil é conviver com essa realidade”, comentou o prefeito.
Barreira sanitária em Teresina. Capital teve regras mais duras no fim de semana
PMT
“É por isso que a gente reconhece o esforço de cada um que ouviu os nossos apelos e ficou em casa para que a gente possa caminhar de forma mais segura para o retorno”, completou o gestor.
No domingo, o índice de isolamento social foi de 56,2%, número maior que os 53,4% registrados no domingo anterior, além de um dos maiores verificados nos últimos 30 dias. No sábado, a taxa foi de 50,2% (maior que os 41,8%) registrados no sábado anterior. Na sexta, foi de 40,3% (na sexta anterior foi de 36%).
Em Teresina, são 7265 casos de coronavírus confirmados e 346 mortes pela Covid-19.
Supermercados e o Ceasa de Teresina conseguem liminar na Justiça para poder abrir
No último final de semana, foi determinado o ponto facultativo nos órgãos públicos municipais na sexta-feira e ainda a restrição às atividades econômicas como supermercados, mercados, panificadoras e borracharias no sábado e domingo. No final de semana, ficaram autorizados a funcionar apenas farmácias e drogarias, serviços de saúde, segurança, vigilância, delivery exclusivamente para alimentação e órgãos e profissionais de comunicação.
Decretos determinam distanciamento social
Para evitar a contaminação pelo vírus, o isolamento social e medidas emergenciais foram determinadas por meio de decretos do governo do estado e das prefeituras, como na capital piauiense, para que a população fique em casa e evite ao máximo ir às ruas. Aulas em escolas e universidades, a maioria das atividades comerciais, esportivas e de serviços em geral estão suspensas por tempo indeterminado.
Governador prorroga decreto de isolamento até 6 de julho
Serviços essenciais como farmácias, postos de combustíveis e supermercados continuam mantidos mas estão regulamentados. O atendimento em clínicas, hospitais e laboratórios, assim como o funcionamento de escritórios de advocacia e contábeis também foram liberados mediante cumprimento de regras.
O uso de máscaras em locais públicos tornou-se obrigatório em todo o estado. Policiais fazem abordagens nas fronteiras do estado a ônibus e veículos particulares. Os decretos preveem que quem descumprir as regras pode ser penalizado com multa ou até prisão.
Prevenção, contágio e sintomas
Lavar as mãos de forma correta (veja vídeo), uso de álcool em gel, sempre usar máscaras, evitar contato pessoal e aglomerações de pessoas são algumas das orientações para evitar o contágio da doença.
Entenda algumas das expressões mais usadas na pandemia da Covid-19
É importante também ficar atento quanto aos principais sintomas (tosse seca, congestão nasal, dores no corpo, diarreia, inflamação na garganta e, nos casos mais graves, febre acima de 37° C e dificuldade para respirar). Um guia ilustrado preparado pelo G1 ajuda a tirar dúvidas.
Initial plugin text

- Advertisment -

Ultimas noticias