quinta-feira, dezembro 1, 2022
Início Nordeste Hoje Prefeito de Teresina altera decreto que obriga empresas testarem funcionários; veja mudanças

Prefeito de Teresina altera decreto que obriga empresas testarem funcionários; veja mudanças


Anteriormente, a obrigação dos exames para a Covid-19 em funcionários valia para empresas com mais de 30 colaboradores. Testes da Covid-19
Divulgação/Secom
O prefeito Firmino Filho (PSDB) alterou o decreto que obriga empresas a testar funcionários em Teresina. A partir de agora, somente empresas com mais de 40 funcionários deverão testá-los. Anteriormente, a obrigação valia para aquelas que possuíam mais de 30 colaboradores.
Conforme o decreto assinado nesta quinta-feira (25), estas empresas deverão realizar, obrigatoriamente, os testes diagnósticos para a Covid-19 nos trabalhadores com mais de 60 anos, ou com comorbidades, ou com sintomas da doença.
Para empresas abaixo de 41 colaboradores, a prefeitura apenas recomenda a testagem.
Confira aqui o novo decreto.
Em estabelecimentos da área de saúde, é obrigatória a testagem de todos os trabalhadores. Segundo o documento, não se enquadram no decreto os trabalhadores da iniciativa privada do serviço público que estejam desempenhando funções nas suas residências ou no sistema de teletrabalho.
Exames para Covid-19
Josué Damacena/IOC/Fiocruz
Estabelecimentos comerciais, industriais, de prestação de serviços órgãos e instituições públicas, obrigados a fazer a testagem deverão, no mínimo, a cada três dias, realizar o preenchimento do formulário de avaliação dos seus trabalhadores da iniciativa privada e do serviço público através do site da Fundação Municipal de Saúde (FMS).
Em caso de descumprimento, os estabelecimentos ficarão sujeitos à interdição total das atividades e cassação de alvará de localização e funcionamento.
Veja serviços afetados pelo coronavírus no Piauí
O que fazer e para onde ir em caso de aparecimento dos sintomas
Acompanhe a evolução da curva epidêmica no estado
Decretos determinam distanciamento social
Para evitar a contaminação pelo vírus, o isolamento social e medidas emergenciais foram determinadas por meio de decretos do governo do estado e das prefeituras, como na capital piauiense, para que a população fique em casa e evite ao máximo ir às ruas. Aulas em escolas e universidades, a maioria das atividades comerciais, esportivas e de serviços em geral estão suspensas por tempo indeterminado.
Serviços essenciais como farmácias, postos de combustíveis e supermercados continuam mantidos mas estão regulamentados. O atendimento em clínicas, hospitais e laboratórios, assim como o funcionamento de escritórios de advocacia e contábeis também foram liberados mediante cumprimento de regras.
O uso de máscaras em locais públicos tornou-se obrigatório em todo o estado. Policiais fazem abordagens nas fronteiras do estado a ônibus e veículos particulares. Os decretos preveem que quem descumprir as regras pode ser penalizado com multa ou até prisão.
Prevenção, contágio e sintomas
Lavar as mãos de forma correta (veja vídeo), uso de álcool em gel, sempre usar máscaras, evitar contato pessoal e aglomerações de pessoas são algumas das orientações para evitar o contágio da doença.
Entenda algumas das expressões mais usadas na pandemia da Covid-19
É importante também ficar atento quanto aos principais sintomas (tosse seca, congestão nasal, dores no corpo, diarreia, inflamação na garganta e, nos casos mais graves, febre acima de 37° C e dificuldade para respirar). Um guia ilustrado preparado pelo G1 ajuda a tirar dúvidas.
Initial plugin text

- Advertisment -

Ultimas noticias