terça-feira, novembro 29, 2022
Início Nordeste Hoje Golpe do falso sequestro volta a fazer vítimas em Alagoas

Golpe do falso sequestro volta a fazer vítimas em Alagoas

Golpistas fazem ligações, pedem resgate de parentes que estariam em cativeiro. Golpe do falso sequestro volta a fazer vítimas em AL
Um golpe já praticado em Alagoas reapareceu durante a pandemia, o de golpes de falso sequestro. A Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic) já registrou e está investigando 4 casos ocorridos no estado desde maio.
A informação foi confirmada pelo delegado José Carlos na quinta-feira (25).
Pelo telefone, as vítimas, que geralmente são idosos, recebem a informação de que um parente foi sequestrado e é necessário que seja feito um pagamento para que essa pessoa seja liberada.
“Os criminosos ligam geralmente no final da madrugada, início da manhã, quando as pessoas geralmente estão dormindo, e ligam anunciando que estão com um parente, geralmente filho ou neto, está em cativeiro e que querem dinheiro. No desespero e sem conseguir contato com os parentes, as pessoas acreditam e ficam desesperadas, não prestam atenção nas informações que são passadas, infelizmente caindo em um golpe desses” explica o delegado.
Segundo o delegado, o golpe voltou com uma outra etapa, que é a participação de um suposto taxista para recolher o dinheiro.
“Agora temos também a participação de um suposto taxista, que passa na casa da vítima para recolher o dinheiro do pagamento para a ‘liberação’ do parente que estaria sequestrado”, complementa Carlos.
A orientação da polícia é que os parentes conversem com os idosos que moram sozinhos para que eles não atendam a ligações de números desconhecidos ou não identificados durante a madrugada e tentar contato com os parentes por qualquer outro meio.
“A gente pede que filhos e netos orientem os idosos, em especial aqueles que moram sozinhos a não atender essas ligações durante a madrugada, e se atender e o assunto for sequestro, que a pessoa esteja atenta, tente desligar para checar se o parente está bem”, orienta o delegado.
A Polícia Civil pede que, se alguém tiver alguma informação sobre esse tipo de golpe, que informe através do disque denúncia, no número 181, ou procure a Deic.
Veja mais notícias da região no G1 Alagoas

- Advertisment -

Ultimas noticias