terça-feira, novembro 29, 2022
Início Brasil Devido possível candidatura para presidência de Luciano, Caldeirão do Huck pode acabar...

Devido possível candidatura para presidência de Luciano, Caldeirão do Huck pode acabar no 20º ano

Huck aumenta contatos que o ajudarão a proporcionar uma vida politica ao apresentador.

Caldeirão do Huck chega a bater a marca de 15 pontos de audiência, tornando Luciano um dos maiores apresentadores da TV brasileira. Esse índice equivale a mais de 3 milhões de telespectadores só na Grande São Paulo. Além da alta audiência que gera conforto na emissora, também ocorre um alto faturamento.

Obviamente Huck já está em pré-campanha à presidência brasileira, sua rotina parece cheia de reuniões com diretorias partidárias e grupos de estudos a sobre soluções para o país.

Na sexta-feira passada (04), Luciano compareceu a um jantar com o presidente da câmara dos deputados, Rodrigo Maia, onde conversaram sobre um acordo de centro. Maia pronunciou
à mídia que por enquanto é uma “possibilidade” a candidatura do apresentador.

Infelizmente para a emissora Globo, uma possível candidatura de Luciano seria péssimo para os negócios e principalmente para sua imagem. Com o fim do programa aos sábados, teriam que substitui-lo por outro que entregasse os mesmos números. O que não é uma tarefa fácil. Além da associação politica que fariam de Huck a Globo, que tenta manter imparcialidade em relação ao governo.

Sobre o ocorrido, o atual presidente Jair Bolsonaro comentou: “Alguém acha que o povo vai votar em um pau mandado da Globo? Não vai.”

Huck e Bolsonaro passaram a ficar em maus termos depois que o apresentador criticou o governo do ex militar em agosto desse ano, após um encontro com jovens no Espirito Santo.

“Eu não acredito que a gente está vivendo o primeiro capítulo da renovação. Para mim, estamos vivendo o último capítulo do que não deu certo.” Criticou o apresentador.

Após a desistência da candidatura como presidente em 2018, e ao criticar o PT e dizer que nunca votaria no partido, ficou subtendido seu voto em Bolsonaro, que em 2022 passará a ser seu adversário.

- Advertisment -

Ultimas noticias